A Renderização de Cores irá determinar como o Software RIP irá manipular a conversão de cores entre um espaço de cor e outro (CMYK para RGB ou vice-versa). Em outras palavras, ele pega as cores do perfil ICC de Entrada e as transformam nas cores possíveis do perfil ICC de Saída.

O texto à seguir é complementar ao vídeo da SUPERCLASS de Gerenciamento de Cores na Criação e Pré-Impressão. Se você ainda não assistiu, assista antes de prosseguir.

SUPERCLASS – Gerenciamento de Cores na Criação e Pré-Impressão com Adriano Medeiros

Devo imprimir o arquivo em CMYK ou RGB?Qual software tem a melhor cor para imprimir, Photoshop ou Corel?Por que a cor em uma impressora é diferente na outra,…

Procure no seu software RIP onde você pode alterar as configurações de renderização, com certeza está próximo de onde você alterou o perfil ICC de entrada.

Temos basicamente quatro tipos de renderização, são eles e suas funções:

1 – Perceptual → Preserva visualmente a relação da cor entre a forma como o olho humano a percebe, porém as cores podem mudar um pouco. É indicado para trabalhar com imagens fotográficas, quando a gama extrapola o limite CMYK, como em imagens em RGB com cores fora do gamut de impressão.

2 – Saturation → Tenta criar cores vivas, porém não mantém sua fidelidade de cor em relação ao original do arquivo. Indicado para impressões onde as cores precisam de realces brilhantes e saturados, e a relação visual entre RGB e CMYK não é tão importante.

3 – Relative Colorimetric → Basicamente tem a mesma função que o PERCEPTUAL, porém com mais fidelidade de cores. Cores fora da gama de impressão são “clipadas” para a cor mais próxima possível que sua impressora conseguirá reproduzir. Esta renderização é a padrão na maioria dos softwares.

4 – Absolute Colorimetric → Cores RGB que estão dentro da gama CMYK são convertidas exatamente na mesma posição, sem alteração nenhuma. Cores fora do gamut são convertidas automaticamente sem nenhuma preocupação específica de manter o máximo de gama de cor possível nesta conversão.

No seu RIP, você pode alternar os modos de renderização, em uma tela parecida com esta:

renderizacao rip impressao digital gerenciamento de cores
Fluxo da Renderização no Gerenciamento de Cores

Experimente cada uma das renderizações e tire o melhor de sua impressão!

2 Comentários

  1. Boa noite Adriano.
    Gostei muito desse video, achei que voce é o cara.. Vou segui-lo e na medida do possivel fazer todos os cursos que puder para aprender a impressão de forma profissional. Tenho uma pequena empresa e trabalho com cartazes, placas e serviços graficos em geral, na verdade sou curioso, o que sei aprendi na raça. Gosto muito de usar o Corel, onde aprendi bastante coisa, ideal para meu dia a dia, tenho 4 impressoras, uma T110 Epson, uma L210, uma L355 e uma Canon G3100. Confesso que tenho apanhado bastante para imprimir uma mesma arte nas 4 impressoras, rsrsrs, na verdade ainda não consegui essa façanha, mas vou chegar la, ainda mais agora que encontrei uma cara que manja muito de impressao… Comprei essa canon e com a tinta original que é carissima ela imprimi uma beleza, mas quando ponho a outra tinta que comprei no Mercado Livre, eles dizem que é original, tem bastante relato de compradores que o produto é bom, tem otima reputação no ML, mas a minha impressao fica opaca, a cor preto sai cinza, nao consegui ajustar a cor de nenhuma forma.. falei com uma amiga e ela me disse que era o perfil de cor, que a tinta é boa, mas precisa ajustar… Quero aprender a resolver isso em primeiro lugar, para poder continuar trabalhando e depois aprender tudo de impressão… Voce pode me ajudar, me dar alguma dica?

  2. Adriano "Ruivão" Medeiros

    Olá Paulo, tudo bem? Obrigado pelo comentário, acredito que se você aplicar os conhecimentos deste vídeo, já vai melhorar, mas 100% mesmo, só comprando um espectrofotômetro e fazendo o gerenciamento de cor, máquina a máquina, dessa maneira vc consegui igualar todas.

Comentários