Funil de Vendas: por que você deve implementar em sua empresa?

O Funil de Vendas é um forte aliado na hora de analisar o processo de vendas.

Por isso, é importante que você conheça como funciona essa ferramenta.

DSI - Epson

Mas, antes, saiba que o Funil de Vendas não é a única solução para você vender mais.

Ele consiste numa ferramenta que abre as portas do processo comercial e permite que você implemente outros recursos, os quais você pode conferir aqui.

Assim, para que você comece a usar o Funil de Vendas, separamos uma lista com 3 benefícios + 1 bônus e como aplicá-los ao seu processo de vendas.

Isso vai ajudar você a aumentar o faturamento do seu negócio!

Empresas fecham por não conhecerem seus clientes!

Simplesmente, o seu negócio (sonho) vai falir, se você não tiver ideia de quem são os seus clientes.

falir funil de vendas

Segundo pesquisa do SEBRAE, 46% das empresas iniciantes “não sabiam o número de clientes que teriam e os hábitos de consumo”, o que reflete na principal dificuldade enfrentada no primeiro ano de funcionamento, que é o desafio de formar uma carteira de clientes.

Cada vez que você realiza uma venda, é uma oportunidade de conhecer detalhes do seu cliente:

  • Qual era o problema que seu cliente tinha e como o seu produto o resolveu?
  • Por que ele comprou com você e não com outra pessoa?
  • Qual a expectativa dele com seu produto?
  • Esta expectativa será atendida?
  • Com que periodicidade ele precisa que você entregue dessa solução?

Porém, se você não consegue responder a essas perguntas, você tem um problema.

Sinta como se estivesse perdendo dinheiro neste exato momento, afinal não conhecer o seu cliente lhe impede de ter empatia por ele.

Quando você entende o seu cliente, desenvolve novos produtos ou gera experiências positivas com o que tem, facilitando a vida dele.

Fidelizado, ele passa a recomendar a sua marca para a rede de contatos, aumentando o seu faturamento.

Lembre-se: hoje, todo mundo é influencer!

cliente em recomendação

O que é um Funil de Vendas?

O Funil de Vendas, também conhecido como Funil de Marketing, é uma ferramenta de organização valiosa. 

Nesse sentido, seu objetivo principal é ajudar a sua empresa a conhecer mais o seu cliente.

Assim, você analisa o caminho feito pelo consumidor do seu produto, desde a primeira pesquisa, onde ele encontra sua empresa, até a finalização da compra. 

Afinal, como essa ferramenta funciona?

Primeiramente, é bom lembrar que o processo de venda não se resume ao momento da compra.

Na verdade, o cliente passa por várias etapas antes disso, que determinam se a compra, que é o objetivo principal, realmente vai acontecer.

Por isso, monitorar o seu cliente em cada um desses momentos é essencial.

Dessa forma, você consegue detalhes do que pode influenciar positivamente seu público alvo e, consequentemente, pode aumentar o número de vendas da sua empresa.

O Funil de Vendas divide esses momentos em etapas e analisa o comportamento do cliente de maneira detalhada, mas simples.

Como o Funil de Vendas é dividido?

O Funil de Vendas é dividido em três etapas: topo, meio e fundo.

Topo: Captação

Geralmente, nessa etapa, acontece o primeiro contato do cliente com a sua empresa.

Muitas vezes o cliente ainda não descobriu a necessidade ou despertou o desejo de consumir o seu produto ou serviço.

Então, é nessa etapa de captação que o seu público-alvo percebe a necessidade da compra.

Aqui, é o momento perfeito para disponibilizar um material rico, que ajude o cliente a identificar seu desejo e incentive a compra.

Vale lembrar que, por se tratar do primeiro contato, ainda não há informações sobre esses visitantes.

Então, uma boa ideia é investir em conteúdo de valor, na tentativa de converter esses visitantes em leads e fazê-los andar no funil de vendas.

Meio: Conversão

O marco que define a passagem da primeira etapa para a segunda é o reconhecimento do problema.

Fonte: Rock Content

Em outras palavras, nessa etapa o visitante já percebeu sua necessidade e, geralmente, já se tornou um lead.

Em síntese, chamamos de lead uma pessoa que já demonstrou interesse pelos produtos ou serviços que você oferece.

Aqui, o potencial cliente já pesquisou sobre o assunto.

No entanto, por vezes se mostra confuso com as várias opções e inseguro sobre qual escolher. 

Aqui, o ponto principal é confiança!

A empresa precisa fazer com que o cliente se sinta seguro ao escolher o seu produto.

Seja sincero e deixe claro que seu objetivo é ajudá-lo. 

Fundo: Venda

Finalmente, chegamos ao momento em que o público-alvo já está preparado para se tornar seu cliente.

Nessa etapa, você lida com os chamados MQLs (Marketing Qualified Leads).

Eles são os leads que passaram pelas outras duas etapas.

Agora, seu visitante já conhece a sua empresa e já entende a própria necessidade, sentindo segurança para realizar a compra com você.

Infográfico: resumo do Funil de Vendas

funil de vendas
Créditos: Adaptado de Freepik

3 benefícios em usar o Funil de Vendas

1- Conhecimento dos seus pontos fortes e fracos

Conhecer a jornada que o seu cliente faz no processo de compra, lhe ajuda a descobrir seus pontos fortes e fracos.

Então, ao perceber onde o visitante sentiu dificuldade em prosseguir pelo funil e em que etapa decidiu realizar a compra, você descobre onde precisa melhorar e onde está fazendo um bom trabalho.

Como fazer isso?

  1. Converse com o seu cliente e liste as suas respostas;
  2. Analise cada uma delas, a partir da que mais se repete;
  3. Tente ser o seu cliente e pense como seria a experiência ideal em cada um dos pontos fracos apontados;
  4. Crie soluções para mitigar os pontos fracos.

2-  Otimização de gestão e resultados

Graças às divisões estabelecidas pelo funil, você analisa com precisão os resultados de cada etapa.

Dessa forma, é possível você realizar um acompanhamento com mais foco, mais direto e o resultado é uma gestão otimizada.

Em suma, você resolve os problemas encontrados em cada uma das etapas do funil e ainda otimiza as etapas que estão dando certo!

3- Aumento das vendas

Focar nas pessoas certas gera mais conversão. O processo é muito simples: quando você para de tentar vender a toda hora e para todo mundo, as vendas simplesmente aumentam.

(Blog Redator Online)

Ou seja, ao utilizar o Funil de Vendas da maneira certa, você consegue um panorama de quais pessoas estão interessadas e quais não estão. 

E, com isso, direcionar seus esforços para os interessados, aumentando as chances de conseguir resultados positivos.

Conclusão: como o Funil de Vendas vai te ajudar?

Fato é que falir por desconhecer o seu cliente não é o seu objetivo!

Aplicar o Funil de Vendas no seu processo vai te dar informações valiosas sobre os hábitos de consumo dos seus clientes.

Isso possibilita que você descubra novos processos que podem colaborar com o aumento de faturamento de sua empresa.

Agora, é hora de juntar sua equipe para que todos se envolvam na implementação de um Funil de Vendas.

Compartilhe este artigo e pense como você pode melhorar.

Não se esqueça de chamar no WhatsApp, para contar se este artigo foi útil e quais os resultados obtidos.

A equipe do Portal O Impressor gosta muito de conversar com a comunidade e isso dá muitas ideias de conteúdo!

Bônus: conteúdo de Meio de Funil

O Meio de Funil é uma etapa muito importante para o desenvolvimento da relação empresa x cliente. 

Nesse momento, apesar de ainda não estar pronto para a compra, o cliente passa por um processo de pesquisa onde ele analisa a sua empresa, pesquisa se o que você faz é capaz de suprir a necessidade e resolver o problema que ele possui.

Nesse sentido, o visitante já apresenta um grande potencial para efetivar a compra.

Uma parte fundamental para alimentar o funil e fazer com que o cliente passe para a próxima etapa, é conseguir o máximo de dados possíveis da pessoa interessada.

Assim, você consegue traçar com mais precisão o perfil do seu cliente.

Geralmente, você consegue isso com a troca de um bom conteúdo. Veja algumas ideias:

Artigos

Investir em artigos relevantes para o seu nicho é uma ótima estratégia de conteúdo. 

Afinal de contas, o público alvo já tem o conhecimento da sua necessidade.

Por isso, é importante criar um conteúdo mais específico e rico em detalhes, que prove para este cliente que você sabe do que está falando e tem autoridade em entregar um produto que resolva o seu problema.

Um ótimo texto, seja para publicar no blog de seu site ou nas fotos e vídeos que você posta nas redes sociais, pode ser o que faltava para fazer com que o cliente se decida pela compra.

Enfim, não escreva apenas dados técnicos do seus produtos, tenha criatividade e conte uma história para seu cliente, informando como a sua solução é definitiva para o problema dele.

E-books

Você pode também produzir E-books e permitir que o cliente baixe o PDF com seus artigos em troca de dados como e-mail, telefone, etc.

Sendo assim, um livro eletrônico é ideal para tratar de temas mais específicos e densos.

Por isso, esse é o tipo de conteúdo ideal para clientes nessa etapa do processo.

O material pode ser:

  • um passo a passo;
  • um guia completo;
  • um manual de orientações.

Então, você precisa ter um site, com uma página específica, chamada landing page, onde colhe esses dados e entrega o PDF.

O Portal O Impressor usa esse recurso onde, por exemplo, você pode baixar o e-book que orienta qual impressora você deve comprar!

Se você não tem a menor ideia de como fazer isso, pois ainda não tem um site ou não tem habilidade para produzir conteúdo, chama no WhatsApp, que a gente pode compartilhar algumas ideias que funcionam bem por aqui!

adesivo para envelopamento

Comentários